sábado, 30 de março de 2013

"Vou deixar a rua me levar"...

Quantos são os caminhos capazes de me conduzir de volta pra mim?

Agradecendo a Deus...

... Por me trazer um alento...

Apenas por me permitir ter "aquilo" que, na maioria das vezes, me faz feliz...

Muito obrigada...

(Espero poder entender e coordenar tantas novas coisas...)

terça-feira, 19 de março de 2013

Valeu mesmo a pena...


Para refletir...



"Você nasceu no lar que precisava nascer, vestiu o corpo físico que merecia, mora onde melhor Deus te proporcionou, de acordo com o teu adiantamento.

Você possui os recursos financeiros coerentes com tuas necessidades... nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas.

Seu ambiente de trabalho é o que você elegeu espontaneamente para a sua realização.

Teus parentes e amigos são as almas que você mesmo atraiu, com tua própria afinidade.


Portanto, teu destino está constantemente sob teu controle.

Você escolhe, recolhe, elege, atrai, busca, expulsa, modifica tudo aquilo que te rodeia a existência.

Teus pensamentos e vontades são a chave de teus atos e atitudes. São as fontes de atração e repulsão na jornada da tua vivência.

Não reclame, nem se faça de vítima. 

Antes de tudo, analisa e observa.

A mudança está em tuas mãos.

Reprograma tua meta, busca o bem e você viverá melhor.

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim."

(Chico Xavier)

segunda-feira, 18 de março de 2013

Deve haver um lugar...

...Onde tudo aquilo que sonho e sinto possa se realizar...

...Onde meus medos percam sentido...

...Onde meu vazio se preencherá...

Sim, deve haver um lugar...

-----X------X-----
Meu coração tá "apertado" hoje...

Me veio a mente uma canção... Tomara que seja Deus sussurrando pra mim...

Nosso Lugar

Cof Damu

há um lugar que cuidei pra você
onde as flores dizem oi
e os espinhos não machucam mais
pois tudo é feito com amor
consegue sentir? isso é seu também!
então abra os braços pra o que é bom


não precisa explicar porque está aqui
é tempo de colher o que semeou e desfrutar


nada vai ferir você aqui
ontem se foi, não vai voltar mais


não precisa explicar porque está aqui
é tempo de colher o que semeou e desfrutar
desfrutar...


a vida se refaz
é assim que nascem e morrem os corações
sempre haverá esse lugar pra te acolher e te salvar
te salvar...

sábado, 16 de março de 2013

Uma grande verdade...


‎"Buscamos no outro, não a sabedoria do conselho, mas o silêncio da escuta; não a solidez do músculo, mas o colo que acolhe."

Rubem Alves

"Quem um dia irá dizer que não existe razão pras coisas feitas pelo coração"...

Tem coisas que só "pelo coração" se justifica...

Não precisa explicação... Sentir é o bastante...

Hoje eu acordei feliz... Sonhei com teu abraço, com teu cheiro e teu calor...

Até a lua sorriu...

Obrigada por "aparecer" e me abraçar... Mesmo em sonho...

Obrigada...

sexta-feira, 15 de março de 2013

Tão "meu momento"...


Só divagando...

Brilha o céu, o sol e todas as tempestades
Quem sou eu dentro deles
Senão alma em catarse?

Quem sou eu nesta dança dos dias
Que cismaram em aumentar as batidas?

Talvez luz, talvez nave
Talvez nada, talvez chave
Talvez, simplesmente talvez...

(Fabrine, 15/03/2013, 16:22)


quinta-feira, 14 de março de 2013

Nas últimas noites...

Tenho seguido, involuntariamente, um ritual nas últimas noites... Abro a janela do quarto, deito na cama e me ponho a espiar a lua...

Ela me deixa nostálgica e me traz um tanto de pensamentos...

Tenho sentido saudade... Lembrando de um tempo em que existia um pouco além de mim naquele lugar...

E ontem, melhor dizendo, nesta madrugada, senti uma vontade imensa de voltar um pouco mais de 2 meses no tempo e resgatar um abraço que me faz tanta falta...

Me peguei ouvindo uma canção que trago aqui para eternizar o "vulto" que me veio junto com a lua...

Mais um dia que acaba
e a cidade parece dormir,
da janela vejo a luz que bate no chão
e penso em te possuir.
Noite após noite, há já muito tempo,
saio sem saber para onde vou,
chamo por ti, na sombra das ruas,
mas só a lua sabe quem eu sou.
Lua, lua,
eu quero ver o teu brilhar,
lua, lua, lua,
Eu quero ver o teu sorrir.


Leva-me contigo,
mostra-me onde estas,
é que o pior castigo
é viver assim, sem luz nem paz,
sozinho com o peso do caminho
que se fez para trás...
Lua, eu quero ver o teu brilhar,
no luar, no luar.


Homens de chapéu e cigarros compridos
vagueiam pelas ruas com olhares cheios de nada,
mulheres meio despidas encostadas à parede
fazem-me sinais que finjo não entender.
Loucas são as noites, que passo sem dormir,
loucas são as noites.
Os bares estão fechados já não há onde beber,
este silencio escuro não me deixa adormecer.
Loucas são as noites.



Não há saudade sem regresso, não há noites sem
madrugada,
Ouço ao longe as guitarras, nas quais vou partir,
na névoa construo a minha estrada.


Loucas são as noites, que passo sem dormir,
loucas são as noites.
Loucas são as noites, que passo sem dormir,
loucas são as noites..



(Me abraça... Se também sentes, me abraça...)

sexta-feira, 8 de março de 2013

Parabéns, Mulher!!


#Ficadica...

Antes de nos julgarmos melhores ou maiores que os outros, façamos uma auto-análise verdadeira de quem somos e busquemos apenas sermos melhores e maiores do que NÓS MESMOS...

Para trilhar meu caminho não é necessário que eu desdenhe do caminho de ninguém...

Somos todos aprendizes nesta escola fantástica que se chama VIDA...

Sejamos prudentes...

A vaidade é mãe da maioria dos males... Mesmo quando "julgamos" não possuí-la.

Sabe o filosofo Sócrates? Ele carregava consigo a máxima: "Só sei que nada sei"...

Pensem nisso!

quinta-feira, 7 de março de 2013

Tantas mudanças, tanta coisa jogada fora e, mesmo assim, ainda pulsa em mim esse querer...

Ontem, depois de voltar do Muay Thai (sim, eu comecei... rs), fiquei sentada no chão da sala de casa pensando...

Não sei se foi a situação do Chorão (que dizem ter morrido de amor e solidão), não sei se é por eu estar realmente me dedicando a mim e com isso as emoções estejam reviradas... Sei lá por qual motivo, mas me deu uma coisa aqui no peito...

Ontem, depois de muitos dias relutando, me debatendo, buscando rechaçar todo e qualquer pensamento sobre "determinadas coisas", pedi a Deus que me deixasse chorar, mas chorar aquele choro de soluçar sabe, pedi que me permitisse admitir que estava com vontade de pedir um abraço, de tocar a face, de sentir o cheiro, e, principalmente, de ver aqueles olhinhos que eu tanto quis perto de mim... Sim, Ele permitiu e eu chorei, e senti... Foram alguns instantes que eu me vi ali, tão exposta, tão "a flor da pele"... (ainda bem que a Tim estava com problemas...)

Fiquei ali, sentada, ouvindo "Céu azul", várias e várias vezes, e pensando, pensando, pensando...

Faz um tempo que não pensava assim em tudo isso... Eu ainda não consigo pensar direito, lembrar, é um mecanismo que minha mente criou pra ajudar meu coração a seguir... Mas pedi que Deus permitisse, pra que eu não sufocasse, pra que eu me permitisse desabafar...

Sou tão passional, de uma sensibilidade que nem sei explicar... E fiquei imaginando: Será que em algum momento existe um pensamento reverso? (de lá pra cá) Aí o pen drive travou e foi pra uma canção de Cazuza,  parecia que o universo apenas conspirava pro meu pensamento, a canção era "Quase um segundo"... E dizia: "Será que você ainda pensa em mim? Será que você, ainda pensa?"

Fiquei um bom tempo ali, com o celular na mão, sem lembrar o número e com a operadora "fora de serviço"... 

Não, não me fez mal esse "pensamento"... 

Em dado momento coloquei uma garrafa d'água (tomo muita água a noite) na minha frente e disse em voz alta: Queria que você estivesse aqui, na minha frente... Queria tocar teu rosto, olhar teus olhos, te abraçar... Hoje eu admito que queria...

Fiquei ali, olhando a garrafa, paralisada... Com um misto de saudade e de mais saudade ainda...

Pedi a Deus que o fizesse ainda mais feliz, que o protegesse e guiasse...

"De qualquer jeito seu sorriso vai ser meu raio de sol"...

E fiquei ali, até o sono me vencer... Pensando, lembrando... Sentindo uma saudade gigante "daquilo" que nem posso mais ver...

"Eu me flagrei pensando em você... Em tudo que eu queria te dizer"...

Enfim, eu precisava me permitir...

Vida que segue...

quarta-feira, 6 de março de 2013

E mais um "comandante" se vai... Hasta siempre, comandante!

Texto de Eduardo Galeano - Tradução para o português: Ocupa a Rede Globo.
A DEMONIZAÇÃO DE CHÁVEZ

"Hugo Chávez é um demônio. Por quê? Porque alfabetizou 2 milhões de venezuelanos que não sabiam ler nem escrever, mesmo vivendo em um país detentor da riqueza natural mais importante do mundo, o petróleo. Eu morei nesse país alguns anos e conheci muito bem o que ele era. O chamavam de "Venezuela Saudita" por causa do petróleo. Tinha 2 milhões de crianças que não podiam ir à escola porque não tinham documentos... Então, chegou um governo, esse governo diabólico, demoníaco, que faz coisas elementares, como dizer: "As crianças devem ser aceitas nas escolas com ou sem documentos”. Aí, caiu o mundo: isso é a prova de que Chávez é um malvado malvadíssimo. Já que ele detém essa riqueza, e com a subida do preço do petróleo graças à guerra do Iraque, ele quer usá-la para a solidariedade. Quer ajudar os países sul-americanos, e especialmente Cuba. Cuba envia médicos, ele paga com petróleo. Mas esses médicos também foram fonte de escândalo. Dizem que os médicos venezuelanos estavam furiosos com a presença desses intrusos trabalhando nos bairros mais pobres. Na época que eu morava lá como correspondente da Prensa Latina, nunca vi um médico. Agora sim há médicos. A presença dos médicos cubanos é outra evidência de que Chávez está na Terra só de visita, porque ele pertence ao inferno. Então, quando for ler uma notícia, você deve traduzir tudo. O demonismo tem essa origem, para justificar a diabólica máquina da morte."

Eis que minha vida perde um pouco da cor... Puxa... Vá em paz Chorão...

Cara, tô sentindo mesmo... Sempre gostei muito do som e das colocações do Chorão...

Ao menos deu tempo de ir num show dele...
  
O céu azul agora é teu, Chorão!









segunda-feira, 4 de março de 2013

Foi só um lampejo de saudade...

Continue lutando Menina... Continue...

Ah como eu quis... (Um suspiro e uma lágrima...)

sexta-feira, 1 de março de 2013

Brincando de "poetizar"...

Sou retirante
Vago
Deserto
Quase espectro
Daquilo que nunca fui...

E quando me enxergo aqui
Nada de mim é sentido
Nada de mim faz sentido
Como casa de ponta a cabeça
Como criança sempre travessa...

E no meio do mundo finjo
Que não vejo nem sinto
Que não tento nem tinjo
As brancas telas de mim...

E o que importa o agora
Se nem me sei daqui
E o que me importa ir embora
Se nem sei mesmo de onde vim...

E sigo pé ante pé
Em marcha célere
Munida de força e fé
Sendo aquilo que aprendo ser
Aquilo que ainda nem sei se é...


(Fabrine Teixeira - 01/03/2013 - 15:38)

E pra completar o momento "Eu"...



Ai ai...

"Vou sair pra ver o céu
Vou me perder entre as estrelas
Ver daonde nasce o sol
Como se guiam os cometas pelo espaço
E os meus passos, nunca mais serão iguais
Se for mais veloz que a luz, então escapo da tristeza
Deixo toda a dor pra trás, perdida num planeta abandonado no espaço.
E volto sem olhar pra trás"...

(Busca vida - Paralamas do sucesso)

E hoje me perguntaram: Qual sua ambição de hoje? Qual simplicidade te contemplaria?

Meu ideal de simplicidade de hoje...

Céu Azul
Charlie Brown Jr.

Tão natural quanto a luz do dia
Mas que preguiça boa, me deixa aqui a toa
Hoje ninguém vai estragar meu dia
Só vou gastar energia pra beijar sua boca

Fica comigo então, não me abandona não
Alguém te perguntou como é que foi seu dia?
Uma palavra amiga, uma noticia boa
Isso faz falta no dia a dia
A gente nunca sabe quem são essas pessoas

Eu só queria te lembrar
Que aquele tempo eu não podia fazer mais por nós
Eu estava errado e você não tem que me perdoar

Mas também quero te mostrar
Que existe um lado bom nessa história
Tudo que ainda temos a compartilhar

E viver, e cantar
Não importa qual seja o dia
Vamos viver, vadiar
O que importa é nossa alegria
Vamos viver, e cantar
Não importa qual seja o dia
Vamos viver, vadiar
O que importa é nossa alegria

Tão natural quanto a luz do dia


(E só pra constar... Estou sorrindo por saber que as pessoas ao meu redor estão bem, resolvendo suas coisas, sendo felizes e, quando não, aprendendo com os tropeços... Obrigada Senhor por me fazer feliz vendo os outros felizes... )

E a madrugada grita saudade...

Mesmo que eu finja não sentir, sei que sinto... E a madrugada grita o que a Razão tenta silenciar...

O gosto ácido da saudade me toma a boca e o sono cismou em fugir...

Sim, hoje eu me permiti pensar, lembrar, quiçá sentir vontade "daquilo" que sequer posso avistar...

São desejos latentes, que tremem na carne... São lembranças que tingem a tela mental...

É o abraço perfeito que preenche de silêncio tudo aquilo que se fez confusão...

(Uma lágrima involuntária agora caiu)

É... Tem coisas que são únicas na existência...

E hoje eu me curvei ante a verdade que tanto tenho negado...

Hoje eu senti uma coisa no peito que me fez revirar as memórias que tenho tentado não mais lembrar...

Mas não adianta fugir do que se sente de verdade, do que te deixou marcas... Do que te fez feliz...

Hoje eu senti falta "daquilo" que se foi... "Daquilo" que não torna mais...

"Mas é só por hoje"...

Que amanhã, ao acordar, "aquilo" que visitou meu pensamento seja ainda mais feliz...

Que a vida sempre sorria para "aquilo" que me fez feliz e que hoje povoou minha saudade...

Que assim seja!