segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

...

"Todos tem seu próprio destino. 
Nem todos fazem a escolha de segui-lo. 
Eu tive a sorte de fazê-lo"...

(Um homem de sorte)

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Até tu Netflix?



 O universo conspirando contra mim...

Agora quero ler o livro... Tenho certeza que será ainda maior a reflexão...

#tantosobremim



sábado, 11 de fevereiro de 2017

(Sem legenda)






O "Fernando"... A "Pessoa"...



Sossega, coração! Não desesperes!
Talvez um dia, para além dos dias,
Encontres o que queres porque o queres.
Então, livre de falsas nostalgias,
Atingirás a perfeição de seres.

Mas pobre sonho o que só quer não tê-lo!
Pobre esperança a de existir somente!
Como quem passa a mão pelo cabelo
E em si mesmo se sente diferente,
Como faz mal ao sonho o concebê-lo!

Sossega, coração, contudo! Dorme!
O sossego não quer razão nem causa.
Quer só a noite plácida e enorme,
A grande, universal, solene pausa
Antes que tudo em tudo se transforme.

Fernando Pessoa

Me sentindo muito "Leila"... Só que sem o Renato...


Só pra desabafar um pouco...

Sentei aqui pra escrever, mas não estou conseguindo dar um rumo a minha tentativa...

Que dias complicados esses...

Eu queria estar de "bom humor", escrevendo uma piadinha, colocando uma musiquinha, mas não tem uma vertente minha que esteja bem...

Estou muito cansada, dolorida, nervosa, angustiada, não consegui pagar as contas do mês, trabalhei por dois, minha moto pifou e eu não tô conseguindo nem ter mais esperança em nada.

Pra completar a peleja fui obrigada a "abrir gavetas" internas que trouxeram a tona um monte de "fantasmas"...

Eu nunca quis fazer mal a ninguém, mas fiz e hoje pago um preço alto por ter deixado de pensar com a razão e ter seguido o coração... Acabei sem os dois: Razão e coração...

Eu sempre ouvi por aí que não adianta se esconder dos sentimentos, sejam bons ou ruins... Eles vão permanecer lá... E você precisa ter coragem pra mexer nas suas "gavetas interiores"...

Posso dizer que sou forte, nunca duvidei disso, pois mesmo quando eu fraquejava tinha que fingir força... Mas estou pifando... Muito rapidamente...

Essa semana todo tipo de reviravolta aconteceu em minha vida...

Posso dizer que me abalaram profundamente...

Estou esgotada... Não existe outra palavra que me defina nesse momento...

ESGOTADA!

Acho que até Deus deve ter esquecido de mim...

Quero apenas poder deitar e dormir...

Hoje eu posso dizer que meu último ponto de equilíbrio ruiu...

Não sei bem o que estou escrevendo... Acho que é pra ver se o "Universo" se apieda de mim...

Eu realmente preciso de um milagre!

Sem mais... Sem mais!

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

(Sem legenda)


(Sem legenda)



Tão Fundo É o Mar
Moreno Veloso

O quanto eu te amo
Eu vou te contar:
Tão alto é o céu,
Tão fundo é o mar.

Por dia quantas vezes em ti penso eu?
Em quantas rosas orvalho choveu?

Quão longe eu iria
Pra estar onde estás?
Quão longe é a jornada
Pra estrela lilás?

Se eu te perder um dia,
Quanto eu vou chorar?
Quão alto é o céu?
Quão fundo é o mar?

O que eu quero? Um "abraço"!

Sutilmente
Skank
  
E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce
Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce
Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Isso fala por mim...

(Sem legendas...)

"Há meses que fazem chuva, semanas que fazem sol... E dias em que tanto faz..." (Vander Lee)

E hoje eu chorei...
Chorei tanto
E muito
E tão profundamente...

Eu chorei...

E hoje eu precisei chorar...

Chorei sozinha, silente...
Chorei na intimidade da minha cama
Na minha clausura...

Eu chorei...

Eu precisei chorar...

E foi um choro doído
Um choro sofrido
Um choro...

Hoje...

Precisei...

Chorar!...

(Não, isso não é poesia, não é metáfora, nem figura de linguagem... Isso foi real!!!)

sábado, 28 de janeiro de 2017

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

E na ceia de natal...

Tá você lá, na ceia de Natal, na casa da sua tia, tooooodaaaa sua família reunida e, de repente... 

Tcharaaaaammm...

Chega o seu ex amor, primeiro namorado, primeira paixão e diz: "Nossa, quanto tempo não te vejo"...

E eu?

Sentada, com minha filha no colo, distante e??? "Olá, tudo bem?" Aperto de mão e cara de paisagem...

Kkkkkkkkkkkk... Que tosco!!!!

Pior foi na hora da despedida...

Dei tchau de longe e saí correndo...

Definitivamente eu não sei lidar com o passado...

Só queria saber quem liberou o induto de Natal no cemitério pra esse tanto de "falecido" me aparecer neste fim de ano... Kkkkkkk...

Obrigada, por favor, com licença e tchau!

kkkkkkkkk

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Obrigada pelo carinho...

E hoje eu queria agradecer...

Engraçado como as coisas acontecem na vida...

Outro dia postei aqui a canção "Trem Bala" que viralizou na internet e que me foi enviada por uma amiga... Até aí tudo bem... Pensei: Quem me conhece sabe o quanto essa música ia mexer comigo... E...

No começo da semana recebi uma mensagem no WhatsApp que dizia mais ou menos assim: "Tenho quase certeza que você já tem essa música mas queria que soubesse que foi a primeira pessoa que lembrei quando vi na TV... Consegui e tô mandando pra ti"...

Sabe aquele abraço, seguido de um suspiro que a gente recebe de alguém especial? Foi assim que eu senti...

Alguém lembrar de você imediatamente ao ouvir uma canção tão linda já é uma deliciosa expressão de carinho e "mandar" esse carinho pra você é ainda mais especial...

Várias vezes me perguntaram sobre o motivo de não continuarmos juntos (tivemos um relacionamento de 7 anos, vivendo juntos e compartilhando muita coisa, mas que acabou no começo dos anos 2000) se éramos tão bons juntos... Não sei... Essa sempre foi minha resposta... Continuamos amigos, brincamos um com o outro, minha mãe o tem como um filho mas a vida nos quis assim...

Engraçado (sempre digo "engraçado" quando não entendo as coisas) como fomos sempre bacanas um pro outro... Ele sabia da minha paixão por música (ele é radialista) e sempre tivemos assunto, mesmo quando o assunto era algo que eu não entendia (como futebol, por exemplo, já que ele é narrador esportivo)...

Quando aconteceu minha formatura na faculdade em 2010 (putz, tudo isso já???) eu mandei um convite pra ele (um dos poucos que convidei) e ele me ligou agradecendo mas não poderia vir pois trabalha aos domingos (narrando futebol) e desejou as coisas boas que todos desejam quando alguém se conclui a graduação...

Alguns anos depois nos encontramos e ele me perguntou: Se tivéssemos ficado juntos será que você teria ido pra faculdade?... Eu como sempre respondi???? "Não sei" (rs)... E ele me disse: Então eu fiz bem em sair da sua vida... Com esse comentário ele me fez entender que teríamos o carinho um do outro sempre... 

Engraçado (de novo? kkk) é que quando recebi a mensagem dele me veio logo a mente o quanto a gente planejava "envelhecer juntos"... Ele sempre fantasiava isso... "Nós dois juntos beeeemmm velhinhos, cuidando um do outro"...

Eu escreveria mais uns milhares de "engraçado" aqui pra falar desse carinho... Não podemos explicar as ligações das almas, apenas aceitar e sentir...

Volta e meia eu ouço as pessoas comentando que eu tenho que casar, que sou uma pessoa bacana, que o meu "abri falência" (nem sei se o termo é assim "abrir" mas é assim que eu digo rs) não pode valer e tal e minha resposta é: Não, não quero casar, nem namorar nem nada do gênero... Não tenho paciência pra conhecer/cativar/conquistar mais ninguém... Salvo se fosse alguém que retornasse, daí nós já nos conheceríamos, pularíamos a fase inicial e pouparíamos as chatices do começo de relacionamento... 

Quando recebi a mensagem até pensei: Ele me conhece tão bem, já sabe das minhas manias, eu das dele, já sabemos lidar um com o outro,  etc etc etc... Bem que poderíamos "envelhecer juntos"... Rsrsrs...

Sei que ele não vai ler isso aqui por isso escrevi, pra entender um pouco do que acontece dentro de mim (já que o meu "passado" resolveu me visitar, mandar música e mexer com as neuras que eu tinha empurrado pra debaixo do tapete...

Pra concluir, agradeço ao Universo por ter feito esse link entre mim e essa canção... Consegui sentir um certo alívio... Não ando me sentindo bem como mulher (me percebo apenas mãe) e  isso me fez sentir querida...

Preciso me reencontrar...

No mais é agradecer ao carinho e sorrir por saber que "em algum lugar alguém zela por mim"...

Obrigada! Muito obrigada!

(Esse texto não é pra ter sentido, é pra fazer sentido... Assim como tudo que escrevo aqui... O tempo passa, eu leio de novo e entendo... Talvez fosse mais fácil fazer análise mas sou muito esquisita pra isso... Escrevo, guardo e depois leio...
Ah, se um dia ele vir a ler isso aqui... Não tinha nenhum segredo na agenda branca menino... Devia ter lido... Ainda tenho a tal agenda, eu acho... Vou procurar e te mando...Nunca tivemos segredos, mesmo as coisas mais "doidas" eu te contava... Devia ter pedido e eu tinha deixado você ler kkkkk... Mais de uma década de curiosidade sem necessidade kkkk...
Eu sempre escrevi pra tentar me entender... Sempre fui uma pessoa complicada demais... De algum jeito eu ainda amo você... Só que não do mesmo jeito... Fica com Deus e cumpra a promessa que me fez: Seja Feliz!!!!)

domingo, 4 de dezembro de 2016

Filosofia alimentícia...

Semana passada voltei a me reencontrar com o "Subway" (Quase um ano sem ir lá)...
Achei que já tinha esquecido meu sanduíche preferido... O de almondegas...
Cheguei lá, olhei pro painel/menu e suspirei... 
Quando a moça perguntou "Qual o sanduíche senhora"?
Percebi que, embora precisasse experimentar outro sabor ainda queria o de almondegas...
Pedi de atum (minha nova paixonite) mas não foi a mesma coisa...
Percebi que meu estômago ainda tem sentimentos pelo de almondegas...
Ai, ai...
Agora é aprender a lidar com isso...
Almondegas nem vende mais...
Guardo então a memória do sabor do sanduíche que continua na minha preferência...
Vai entender né?

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

A pedidos...

Já que pediram, eis o texto que falei...

"Sabia que algumas pessoas ansiosas geralmente não puxam assunto porque acham que estão incomodando? 

Sabia que algumas pessoas ansiosas interpretam erroneamente frases, atitudes, olhares e acham que foram, negativamente pra ela?

Sabia que pessoas ansiosas acham que a pessoa no fundo não gosta dela
porque uma vez olhou assim ou comentou isso, que foi pra dar uma indireta sobre algo que aconteceu a mil anos atrás?

Sabia que pessoas ansiosas se culpam o resto da vida por algo minúsculo que aconteceu?

Sabia que pessoas ansiosas se preocupam muuuito com coisas muuuito pequenas a ponto de não conseguirem relaxar e dormir?

Sabia que pessoas ansiosas têm dificuldade de ouvir não e por isso não pedem nada para ninguém ou evitam?

Sabia que pessoas ansiosas têm dificuldades em falar não, justamente porque o não dói para elas e elas não querem que doa para outras pessoas também?

Sabia que eu tenho ansiedade?"

E eu acrescentaria: Sabia que ansiedade é uma doença e não um charminho, um desvio de conduta ou mania? 
 
Respeitem as limitações alheias e PRINCIPALMENTE as suas próprias limitações.

 

domingo, 21 de agosto de 2016

Um dia destes... Um filme aí... Uma reflexão...

Tava eu num fim de noite, bebê dormindo, zapeando a TV e encontro, pela milésima vez em andamento, o filme "Comer, rezar e amar" (nunca consegui assistir do começo ao fim, embora já tenha assistido o fim, depois o meio, depois o começo... Coisas da Sky...). Assisti, (já tava em mais da metade) e fiquei pensando...

Queria muito ter essa oportunidade de ir para um lugar distante e meditar... Tentar me perdoar pelos erros cometidos...

Ai, ai...

Sempre tive essa vontade... Quando alguém me pergunta: "Qual a viagem que você sonha em fazer?" A resposta primeira é "O caminho de Santiago de Compostela"... Eu, meu corpo, minha alma, meus pensamentos e a amplidão... 

Sinto muita vontade de silenciar meu interior...

Outro dia uma amiga compartilhou um texto onde mostrava os sintomas do transtorno da ansiedade, do qual ela é portadora, e me identifiquei imediatamente... 

Minha mente é um oceano em tempestade... Ela nunca silencia, ela nunca se acalma... 

Bem, mas nem foi por isso que resolvi escrever...

Pensei, ao ver o filme, que o Universo sempre quis me mostrar alguma coisa com ele, ou com a história que ele conta... Eu mesma comprei este livro há uns anos atrás... Nunca li, mas tenho... Há uns 2 anos eu ganhei um exemplar de uma colega (ou seja, fiquei com dois) e volta e meia quando fico zapeando os canais olha ele lá... Acho que eu preciso prestar mais atenção aos "sinais" (me contive agora pra não cantar um sertanejo rs)...

Hoje eu assisti do meio pro fim e chorei novamente com aquele pai que se emociona tanto quando seu filho vai embora das férias... Pensei: Queria que alguém amasse minha filha com esse sentimento, com essa emoção...

E quando Ketut diz: é preciso perder o medo de amar por já ter sofrido por amor... Parece que ele estava lendo a minha mão...

Algumas pessoas, por não saberem amar, acabam destruindo a pureza do amor dos outros... Fazendo endurecer os corações mais sensíveis...

Quem bem soubesse pisava com muito cuidado na vida de outra pessoa... Do amigo, do filho, da namorada, da esposa, da mãe... É tão raro alguém que saiba amar... Que saiba passar sem ferir a vida de outro alguém...

Acho que pensei nisso porque uma amiga distante hoje disse que eu preciso ter alguém e quando vi o filme eu me vi na pessoa da Lis berrando a plenos pulmões: "Eu não preciso amar ninguém pra provar que eu me amo"... (Acho que isso a vida me ensinou... Não vale a pena abrir seu mundo pra "qualquer um" em nome de "não estar só"...)

Se meu coração tivesse que voltar a ser habitado eu queria alguém como o Felipe, que se importasse, que fizesse valer o risco...

Outro dia vi um destes memes no "livro de rosto" que dizia: Senti uma dor forte no peito, tomara que seja infarto... Já pensou se for amor?...

Não, eu não estou aberta a "receber" ninguém no meu mundo de sentimentos...

Meu amor, meu sentir e meu pulsar hoje são pra uma menininha linda que nasceu "outro dia" e que hoje já está aprendendo a "letrinha a"... "Mamãe, é a de abelha"... Ai, ai...

Não troco mais minha paz por promessas vãs, por sentimentos voláteis... Até porquê "é melhor ser alegre que ser triste", rs...

Ai, ai... Eu minha eterna desconectividade, minha falta de conexão, de lógica, de nexo...

E daí... Vou preferir apenas comer e rezar... Amar é pra gente que sabe fingir e eu, ahhh eu, não sei mesmo... rs

Mas ainda acho que devo ler o livro, antes que ganhe mais um, dois, três...

(Quando eu não entendo os "sinais" eu jogo de volta pro Universo... Vai que ele me devolve já decifradinho... Não custa tentar... Rsrs...)