sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

APENAS PALAVRAS...

VENTO
BRISA
PIPA
TEMPO

DIA
HORA
VIDA
SENSO

SOU
SONHO
TENHO

GESTO
RESTO
TENTO...
(NATIVA)

Sussuros da alma...


FLORES DE VENTO
DAS CORES, MOMENTOS
DAS FILHAS DO TEMPO
DE DENTRO DE SI

DE TUDO QUE VALHA
DA PRESSA QUE TRAGA
DE TANTOS, DE NADAS
DAS BRUMAS, DAS VAGAS

LEVEM O QUE RESTA
OS INSTANTES, AS FESTAS
O QUE NUNCA COMPLETA
ONDE O AMAGO APELA
QUE QUER OUTRA VIDA, NÃO ESTA!
(NATIVA)

quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

1º SONETO...

ACORDAR PARA A VIDA
PERDENDO A LUCIDEZ EM TEU OLHAR
BRINCANDO DE FABRICAR SONHOS
NESTE JOGO GOSTOSO DE AMAR

VIVER OS ACORDADOS SONHOS
SABENDO A REALIDADE QUE NOS CERCA
DANÇANDO NA VIDA A CIRANDA
FAZENDO DA VIDA UMA FESTA

É DOCE VIVER PELOS OLHOS DOS QUE AMAM
SUAVE OS MAIORES PERCALÇOS
QUANDO AS MÃOS ESTÃO DADAS E OS CORAÇÕES APAIXONADOS

ASSIM ACORDARAM MEUS OLHOS PRA VIDA
NA DAÇA DO SONHO ENCANTADO
ASSIM SORRIRAM MEUS OLHOS PELOS TEUS ENAMORADOS.

(ARACAJÚ / SE, 10/08/07, 08:41... 1º SONETO, SÓ A TÍTULO DE EXPERIMENTAÇÃO... 2 QUARTETOS E 2 TERCETOS... É ASSIM MESMO? AO MENOS FOI ASSIM QUE ME ENSINARAM...)

domingo, 23 de dezembro de 2007

Natal... Mais um pedaço... Meu pedaço...


Bem meus amigos e queridos leitores...
Enfim é Natal, o ano acabando e muitas reflexões...
Fiz um pequeno balanço de todos os acontecimentos do ano e postarei aqui, para que a cumplicidade entre nós continue...
Ando ausente, sei disso e peço desculpas... As coisas realmente sacudiram por aqui... Mas eu volto em breve... Palavra de escoteiro!!!!!
Passei mesmo pra desejar um Feliz Natal, cheinho de boas vibrações, família reunida, gostinho de suspiros e muita harmonia...
Que este momento sirva de reflexão e cumplicidade para todas as famílias...
Não permitam que a maldade do capitalismo macule a festa de nascimento e renascimento do Menino Jesus...
Que a Paz reine em suas vidas e o Amor seja o sentimento mais constante...
Amem sempre e muito!!!!
Feliz Natal e...
Abraço!

Natal.. Outro pedaço..

Encontre Um Tempo

Encontre um tempo a mais para recordar
e passar adiante a história do Menino Deus,
que veio viver a nossa vida e a nossa história.
Conserve as tradições vivas.
Recorde os Natais da infância, da juventude,
da idade adulta, e também o dos anos dourados...
e agradeça a Ele, o aniversariante Jesus.
E escreva também.
Visite ou presenteie, se puder.
Nesse tempo que é tão especial,
muita gente espera e merece ser lembrada.
Partilhe os bens materiais e espirituais.
Um Natal muito santo, alegre e fraterno, a todos!
(autor desconhecido)

Natal... Primeiro pedaço...


Soneto De Natal

Um homem, - era aquela noite amiga,
Noite cristã, berço do Nazareno,
-Ao relembrar os dias de pequeno,
E a viva dança, e a lépida cantiga,

Quis transportar ao verso doce e ameno
As sensações da sua idade antiga,
Naquela mesma velha noite amiga,
Noite cristã, berço do Nazareno.

Escolheu o soneto… A folha branca
Pede-lhe a inspiração; mas, frouxa e manca,
A pena não acode ao gesto seu.

E, em vão lutando contra o metro adverso,
Só lhe saiu este pequeno verso:
“Mudaria o Natal ou mudei eu?”

Machado de Assis

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Felicidades... Estrela querida...


Te conheci numa destas noites em que se abre uma brechinha no céu e uma estrela desce a terra... Por segundos apenas mas o brilho fascina os mortais que possuem sensibilidade de ver e sentir as estrelas...
*
Mas tu eras uma estrela de brilho especial...
*
No dia seguinte eu me apaixonei pela estrela... E posso dizer o quão maravilhoso isso é...
*
A estrela possui magia...
*
Ilumina vidas...
*
Eh, eu posso dizer que amei uma estrela...
*
Inteligência, simplicidade, carisma, sensibilidade, calor, bom humor, amizade, são características de estrelas...
*
Quis cuidar da estrela mas não era eu quem deveria possuí-la, apenas contemplá-la... Assim o fiz... Devolvi a estrela aos céus e assim ela voltou a brilhar para toda humanidade...
*
Quem nunca teve uma estrela jamais saberá quão gratificante é a sensação que fica na vida depois que ela passa por si...
*
A estrela instigou meu pensamento, revirou meus instintos, despertou meus sentidos e me colocou diante de alguém muito bom de se descobrir... Ela me colocou de frente comigo, me mostrando um EU que até então desconhecido...
*
Assim são as estrelas...
*
Presentes de Deus...
*
Só posso agradecer a ti, estrela amiga, por mim tão querida, por sempre iluminar meu céu...
*
Que tu continues assim: uma doce e feliz presença...
*
Parabéns!
*
Muita luz... De ti, pra ti, pra nós...
*
Felicidades sempre e...
*
Muito obrigada por existir...




(Este vídeo é um dos que foram no cd que você não conseguiu abrir... É o que eu acho mais bonito por isso trouxe de presente de aniversário pra ti... Perdoa a singeleza, mas a divida permanece... A admiração e o carinho também... Felicidades sempre pra ti, amigo querido, estrela precisoa... Tomara esta amizade dure por todo sempre... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!! *atrasado*.... Tem justificativa... Te adoro de montão!!!! Obrigada por ser assim... E já sei até a resposta: "Sou eu, sou eu!"... Rs... Chero bemmmmmm grande...)

sábado, 1 de dezembro de 2007

POST 200...

ANDO TENTANDO INSTIGAR OS LEITORES DESTE ESPAÇO COM MINHAS “DOIDIVANAS” COLOCAÇÕES EM TORNO DE ASSUNTOS TÃO... TÃO... CORRIQUEIROS... TÃO HABITUAIS NA VIDA DE QUALQUER SER HUMANO...

SÓ FAÇO COM O OUTRO O QUE GOSTARIA QUE FIZESSEM COMIGO...

SE INSTIGO VOCÊ É PORQUE PRECISO DISSO TAMBÉM...

COMO JÁ DISSE AQUI, EM OUTRAS OPORTUNIDADES, SOU A LEITORA MAIS ASSÍDUA DESTE ESPAÇO... VOLTA E MEIA VENHO AQUI “ME ANALISAR”... ISSO ME FAZ MUITO BEM (AO MENOS ESSA FUNÇÃO É COMPROVADA: O “LETRAS E SONHOS” É MEU ANALISTA... MEU DIVÃ... RSRSRSRS)...

SABE AMIGOS, ALGUMAS VEZES (OU MUITAS) PRECISAMOS NOS COLOCAR “FRENTE-A-FRENTE” COM O QUE SENTIMOS E DAÍ TENTAR DESCOBRIR OS “PORQUÊS” E “PRA QUÊS” DAS SITUAÇÕES... QUANDO ESCREVO É COMO SE ESTIVESSE CONVERSANDO COMIGO, ME ACONSELHANDO, ME MOSTRANDO NUANCES QUE NÃO PERCEBERIA SE NÃO COLOCASSE ALI NO “PAPEL”, COM PALAVRAS CLARAS E DIRETAS O QUE ESTÁ SE PASSANDO... É COMO QUANDO VOCÊ LÊ UM LIVRO DE AUTO-AJUDA E DIZ: “PUXA, ESTA FOI PRA MIM”... A DIFERENÇA É QUE FOI “DE VOCÊ PARA VOCÊ”... E SÓ VOCÊ PODE CURAR AS FERIDAS DA SUA ALMA... SÓ VOCÊ SE SABE COMPLETAMENTE... OS OUTROS TE VÊEM, MAS SÓ VOCÊ SE ENXERGA...

QUANDO FICO UM TEMPO SEM POSTAR ME SINTO PERDIDA... PARECE QUE ESTOU “CONFORMADA”, BEM ACEITA, O QUE NÃO É VERDADE... EM SE TRATANDO DE MEU RELACIONAMENTO COMIGO MESMA SOU PURO CONFLITO... QUERO E NÃO VOU, TENHO E NÃO QUERO, BUSCO E DESISTO... NÃO SEI LIDAR BEM COM TANTAS FACETAS DE MIM, POR ISSO ME ESCREVO, ME LEIO, RELEIO E APRENDO SEMPRE COM ISSO...

CERTAMENTE ESTE BLOG FOI UM GRANDE PRESENTE QUE A VIDA ME CONCEDEU... NÃO IMAGINAVA QUE SERIA ASSIM (QUEM LEU O 2º POST SABE DISSO), MAS ELE CRIOU UMA IDENTIDADE, UMA LINHA TODA PARTICULAR, CHEIA DE ALTOS E BAIXOS, GORDOS E MAGROS (KKK), CHEIO DE PIADINHAS, DE MOMENTOS SÉRIOS, ALGUNS ATÉ DOLOROSOS, MAS ASSIM SOU EU E ESTE ESPAÇO É REFLEXO DE MIM...

JÁ DISSE COISAS AQUI QUE NUNCA TINHA ADMITIDO, COISAS QUE QUERIA DIZER “NA LATA” DE ALGUNS E NÃO CONSEGUI, JÁ DISCUTI, DISSE DESAFOROS, FIZ CARINHOS, MASSAJIEI EGOS (KKKKK... O MEU ENTÃO, BAH, NEM PRECISA FALAR... KKKK)... BOA PARTE DAS VEZES EU ESCREVI MENOS DO QUE GOSTARIA, MAS O QUE FOI ESCRITO DEU CONTA DO “RECADO”...

AGORA, NOVE MESES DEPOIS DO 1º PRIMEIRO POST, VÊ-SE O NASCIMENTO DE UMA MENINA COM MATURIDADE E UM POUCO MAIS DE SEGURANÇA NO QUE ESCREVE, QUE PRECISA CORRIGIR MUITOS VÍCIOS DE LINGUAGEM (AFINAL ESCREVO O QUE SINTO E NÃO O QUE IMPÕE A GRAMÁTICA... KKKK...) E TANTAS OUTRAS FALHAS, MAS SEM MEDO DE MOSTRAR O QUE ESCREVE, SEM VERGONHA, SEM RECEIO DO RÍDICULO (AFINAL, SE “AS CARTAS DE AMOR” DE “PESSOA” UM DIA PARECERAM RÍDICULAS, EU ME SINTO MAIS CONFORTÁVEL NA CONDIÇÃO DE “TRANSCREVER OS RÍDICULOS” DA MINHA EXISTÊNCIA... RS)...

É... NEM EU DIRIA QUE CHEGARIA AOS 200 POSTS EM TÃO POUCO TEMPO... AINDA MAIS QUE EU “PARIRIA” UM ESPAÇO TÃO BACANA (BABANDO A “CRIA”..RS) EM NOVE MESES DE “GESTAÇÃO, TRANSPIRAÇÃO E INSPIRAÇÃO”...

PRONTO, ESTÁ ESCRITO... MAKTUB... (KKKK)

COMO EU SONHO EM TER TRIGÊMEOS (E QUEM ME CONHECE DE PERTO JÁ SABE DA LADAINHA DO MEU CASAMENTO E TRIGÊMEOS PARA 2013... KKKK...) FIQUEM SABENDO QUE ESTE ESPAÇO AINDA VAI CRESCER UM TANTÃO... QUEM SABE UM DIA VOCÊ VEM AQUI E LÊ O POST Nº 1000... (SE O “BAIXINHO” COMEMOROU OS 1000 GOLS POR QUÊ EU NÃO POSSO ESCREVER 1000 TEXTOS E “CORRER PRO ABRAÇO”? KKKK)...

SAIBA APENAS DE UMA COISA: SOU MUITO GRATA A VOCÊ QUE ME LÊ E GRATA A DEUS QUE ME DEU ESTE “JEITINHO” DE LIDAR COM AS PALAVRAS...

NO MAIS...

OBRIGADA E QUE VENHA AGORA O 300...

200 ABRAÇOS!!!

(ALGUÉM ME SEGUREEEEEEEEEEEEE...RSRSRS...)


(13/11/07... 12:11... IPIAÚ/BA)

sábado, 24 de novembro de 2007

Mulherada do céu... Olha só que sonho... kkkkkk...






Ai, ai... E depois dizem que paraíso não existe... kkk...

Vivendo... Aprendendo... Compartilhando...

É... Sumi, sumi e... Tchrarammmmm... APARECI!!!!!!

A vida traz tantas surpresas que nem lhes conto...

Ando meio apática, meio lerda, meio sei lá o que... Coisas de um ser que está recomeçando...

Consegui uns auxílios por aqui e até o professor de Rádio da minha universidade (esposo de uma linda amiga) me permitiu assistir suas aulas e participar do laboratório... Muito bom... Tô empolgada demais (apesar da lerdeza que vem me permeando...rs)... É a vida que vai tomando seu rumo...

Passei o fim de semana destes com minha irmã lá na cidade onde ela vive... Assisti a Semana Espírita de lá... Tanta coisa se organizou dentro de mim depois disso... Você enxerga tanta coisa que nem percebia e que são tão simples de se ajeitar... Foi o que aconteceu comigo...

Parei para observar os últimos acontecimentos da minha vida e percebi que os erros cometidos não foram todos de minha autoria (por que eu tenho mania de me culpar primeiro e depois me perdoar quando descubro que não fui eu que errei...), que a gente se melhora sim mas esquece de trabalhar o egoísmo, passando a ver todo mundo como "desarmonizador" (e isso aconteceu contigo também... Observe, PERCEBA...) e tendemos a afastar quem aparece com um tantinho de problemas que seja, esquecendo que se o Altíssimo nos permite PROGREDIR (e não só evoluir) é para que este progresso beneficie o maior número de pessoas possível...

Ai ai... Tanta coisa melhorou em mim depois deste fim de semana... Quem dera todos os fins de semana fossem assim... Cheios de belas lições...

E a maior é que a gente passa tanto tempo burilando certas partes em nós que julgamos defeituosas e esquecemos do principal: cada um é um mundo e cada mundo progride em seu tempo... O que não significa necessariamente que eu tenho que regredir ao ponto em que este mundo está, mas que, seu eu der uma forcinha, este mundo pode se tornar mais bonito e menos doloroso de ser... Progredir moral e psicologicamente implica em melhorar o que está ao meu redor... Quando eu mudo o mundo muda... Se eu mudar e o mundo ficar mais vazio do que antes, ou seja, eu estiver mais sozinho, significa que esta mudança foi incompleta... Que precisamos melhorar mais ou, ao menos, prestar atenção no que está acontecendo ao meu redor enquanto eu mudo... SACOU?

Então é isso... A gente vai e volta, mas o que conta mesmo é o quanto de "boas mudanças" podemos efetuar em nós e no mundo ao nosso redor...

Somos nós que fazemos o mundo que desejamos... Basta querer, perseverar e partir pra luta...

Vamos lá...

Estou a caminho... Espero te encontrar por lá...

Abraço!!!

domingo, 18 de novembro de 2007

Refletindo...

Como todos têm acompanhado, estou vivendo um momento de difíceis escolhas...

* Tive que escolher entre a formatura em 2 anos restante do curso atual na faculdade e o curso dos sonhos e mais quatro anos na academia, partindo do zero;

* Entre decepcionar os outros ou continuar me decepcionando;

* Entre aquilo e aquilo outro e tantas escolhas mais...

É tão difícil tomar decisões que influenciarão em sua vida em longo prazo... Dá um medo danado, pois quando você vê s 30 (anos) batendo na porta já não tem mais graça brincar com a sorte... As escolhas passam a ter um peso muito grande... Qualquer vacilo pode conduzir ao caos e você tem que amadurecer bem suas idéias antes de optar por uma delas...

Quando Augusto Cury afirma que “Escolha implica em perdas, não em ganhos”, eu assino embaixo... Escolher é muito difícil por que você tem que abrir mão de algo importante (seja essa importância em que grau for)... Você pode ganhar com a escolha mas, inevitavelmente, vai perder algo com ela...

Eu consegui chegar as seguintes “escolhas”:

* Abro mão de dois anos que faltam para formar num curso que não quero por 4 anos no curso que sempre sonhei;

* Decepcionei minha mãe com isso, mas pior seria viver o resto da vida como uma Eng.ª Agrônoma frustrada;

* Também dar um tempo ao meu coração... Chega de “desventuras amorosas em série...” kkk...

Eu perco quase quatro anos de curso concluído e um tanto de coisas importantes que surgiram daí... A militância no Movimento Estudantil, os contatos, as lutas, os amigos e tantas coisas mais... Entretanto ganho a vantagem de buscar melhorar este “dom” que possuo (se é que se pode classificar o meu “jeito de juntar palavras” de “dom”)...

Tudo é uma questão de escolha, amadurecimento, coragem e vontade para mudar...

Sei que não é fácil mudar e que algumas decisões são bem complicadas, mas se você acredita que a mudança contribuirá para a sua melhora, para sua felicidade, vá em frente, LUTE... Nada de continuar dando “socos em ponta de faca”, nem de se acomodar... Se tiver que mudar que seja logo, não perca tempo... Adiar as mudanças só faz com que digamos: “Puxa, porque não fiz isso antes?” Faça logo o que tem que ser feito...

Shakespeare disse: “Não importa em quantos pedaços seu coração foi quebrado, o mundo não para pra que você o conserte”.

Com isso tudo eu te convido a mudar junto comigo... A gente se dá força quando ficar complicado seguir sozinho...

Vamos lá?

Eis que chegou a hora das “decisões difíceis” serem tomadas...


PERCA O QUE TIVER DE PERDER... SÓ NÃO PERCA TEMPO...

Vamos?

Abraço!

(Enquanto isso eu escolho a faculdade onde cursarei Jornalismo... Ô vida difícil... rs...)

Ouça teu coração...

Quando tua mente inquietar
E os ânimos desenfrearem
Ouça teu coração...
Só ele sabe as respostas
Só ele sabe o caminho
Funciona como “os olhos da razão”
Quando esta se recusa a enxergar...

Seja calmaria ou tempestade
Manhã, noite ou tarde...
Conflito, aflição ou vaidade...
Ouça teu coração...
Só ele sente
Quando o resto todo é indiferente...

Ouve teu coração
Veja o quanto ele clama
Sinta o que proclama
Tormento em meio às chamas...

Ouça...
Silencie...
Perceba...

Sinta...
Cale...
Desarme...
Vibre...

Deixe-se guiar pela voz que ecoa de ti...

Ouve...

Ouve...

Tanto caminhar... Tanto chão...

Dúvida, angústia, agonia...
Tanta confusão, tantos fantasmas...

De repente um deserto
De repente tamanhas nuvens de “ais”...

Tudo que muda de rumo
Tudo que cai e se reconstrói...

Tudo, nada...
Opostos... Complementos...
Tantas partes... Elementos...

Tudo em mim
Tudo de mim...

Vozes, lamentos...
Vazio silêncio...

Eu aqui
Como antes
Pela vida
Eu errante...

Sensação de invisível...

Vêem-te?
Sabem-te?
Enxergam-te?
Nem sei...

Sem voz
Sem influência
O vazio?
Nem sei...

Sensação ruim
Translucidez indesejada
Eco das horas...
As cores?
Nem sei...

Você sente
Ser transparente
Mesmo que tente
Ser visível?
Nem sei...

Imperceptível
Inconcebível
Sensação do invisível
Neste mundo?
Nem sei...


(Durante a 1ª aula de “Rádiojornalismo” como aluna “especial” na turma de Comunicação Social da minha universidade... Rs... Mas a quem interessar possa, a sensação passou rapidinho... Me enxergaram logo... kkk...)

sábado, 17 de novembro de 2007

Essa coisa de “forçar férias” está sendo bacana...

Consegui esvaziar um pouco a mente, escrevi um tantinho, esqueci a “rotina” que estava me consumindo... é aquela história ilustrada na canção: “ Deixa eu brincar de ser feliz...” (Los Hermanos / Maria Rita)

Quando saio da cidade consigo me abstrair quase que completamente da “mesmice” que minha condição atual (ainda) me proporciona... Desligo a “história” e parto para um “universo paralelo” todo particular... Neste ínterim coloco o mundo “deixado de lado” em Stand By, meio na pausa e vivo intensamente o “momento” em que estou, quase que esquecendo o resto do mundo... Por isso clamo tanto por um período de férias... Sem contar que eu produzo muito mais nestes períodos (sempre volto com folhas recheadas... rs)... Imagine eu de férias no Caribe... Meu Deus, eu escreveria uma enciclopédia... Kkk... Mas eu nem quero tudo isso... Um chalé na montanha, sem tecnologia e cheio de charme... Que MARAVILHA!!!!!

Brincadeiras a parte, estou mesmo precisando “quebrar a rotina” e viajar um tantinho que seja... A laser, claro! Tem uns (muitos) anos que viajei sem compromisso, ou melhor, com o laser por compromisso... Automatizei-me demais... Estou programando uma aventura para o carnaval, mas nada mui radical... De repente eu volto com as baterias recarregadas né? (esta é a intenção)

Deixa este ano acabar, já que é um ano 9 (2007 = 2+0+0+7=9), fim de ciclos, e começar o ano de 2008, que é um ano 1 (2+0+0+8= 10=1+0= 1), ano que simboliza início, novo ciclo, recomeço e tal (isso é assunto para outro momento.. rsrs)...

Faça isso também, force uns dias de folga, enforque um feriado, troque uns plantões, sei lá, mas arranque-se um pouco da rotina, faça coisas novas, diferentes do habitual... Isso faz bem!

Experimente! Você verá que eu tenho razão...

O tempo está passando e nós estamos nos furtando de alguns prazeres... Se você não puder viajar (por que o vício do trabalho está em suas veias por causa do “leitinho das crianças”...rs...) ao menos faça um programa diferente de tudo que já fizera... Rapel, tirolesa, bug jump, pára-quedismo, comida japonesa, gafieira, qualquer coisa diferente ta valendo... Só não se permita a “padronização”...




Lembrem-se: Somos individualidades e não cereal em pacote de sucrilhos...

Tente, depois me conta...

Abraço!

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

ANSIEDADE... RS...

BEM... RESOLVI FAZER UM DESABAFO AQUI (MAIS UM DESABAFO ENTRE OS MUITOS QUE JÁ FIZ E FAREI AQUI... RS)... MAS É UM DESABAFO BACANA...

CONTEXTUALIZANDO:

MUITOS SABEM QUE TENHO VONTADE DE ESCREVER PROFISSIONALMENTE, QUE ANDO TREINANDO ISSO E BLÁ, BLÁ, BLÁ... AH! E QUEM NÃO SABIA AGORA SABE... KKK... VAMOS AO QUE INTERESSA... RS...

ESCREVI UM TEXTO HÁ QUASE DOIS ANOS (TEXTO ESSE QUE JÁ RODOU UM TANTÃO POR AÍ), E QUE FOI UMA DAS COISAS QUE EU MAIS GOSTEI DE TER ESCRITO, MAS QUE FÔRA ENGAVETADO COMO A MAIOR PARTE DO QUE ESCREVO... ESSA SEMANA EU ACABEI ESCREVENDO UM TEXTO TOTALMENTE OPOSTO AO QUE DISSE ANTERIORMENTE E RESOLVI FAZER UMA BRINCADEIRA CONTRAPONDO-OS E PEDI A ALGUNS AMIGOS PARA LEREM E ME MANDAREM UMA CRÍTICA... O PRIMEIRO AMIGO QUE RESPONDEU DISSE QUE GOSTOU, QUE O TEXTO É DIVERTIDO, MAS QUE SUGERIA A REDUÇÃO DO MESMO A 1/10 DO TAMANHO ATUAL... QUE ERA “CHARMOSO” POR TER UMA LINGUAGEM “INTERNÁUTICA” E TAL... QUE FUGIA DO “PADRÃO TRADICIONAL”... BINGO! PRIMEIRO PONTO PARA O TEXTO (APESAR DOS MEUS OLHOS FUMAÇAREM AO LER SOBRE “TORNÁ-LO CLÁSSICO”... MAS CRÍTICA É CRÍTICA E TEM QUE NOS FAZER CRESCER... AO LÊ-LA NOVAMENTE É QUE VI QUE O OBJETIVO FÔRA ALCANÇADO)...

NÃO TENHO A PRETENSÃO DE SER “CLÁSSICA”... O CLÁSSICO É CHATO, ENFADONHO, SISUDO... EU QUERO ESCREVER COISAS DIVERTIDAS DE LER... “PANCADEIRAS” TAMBÉM, MAS QUE SEJA SEMPRE UMA LEITURA SEM COMPROMISSO, SEM TANTAS “MENSAGENS NAS ENTRELINHAS”... OS CLÁSSICOS SÃO OBRIGATÓRIOS E EMPOEIRADOS... AFFF... EU QUERO ESCREVER COISAS QUE GOSTARIA DE LER (PUXA, POR QUE NÃO ESCREVI “O CÓDIGO DA VINCI”? KKK) E EU NÃO TENHO AFINIDADE COM OS CLÁSSICOS... EU QUERO LEVEZA, RISOS, QUIÇÁ GARGALHADAS... QUERO FALAR SÉRIO SE PRECISO MAS SEM REBUSCAR DEMAIS AS COISAS... SE EU CONSEGUIR QUE VOCÊ LEIA O QUE EU ESCREVO SEM BOCEJAR (EXCETO SE FOR DE SONO MESMO), JÁ ESTARÁ DE BOM TAMANHO...

AMIGO QUERIDO QUE TÃO GENTILMENTE ME ENVIOU A CRÍTICA... EU NUNCA QUIS MESMO SER “IMORTAL” (POIS JÁ O SOU... SÓ NÃO DA ‘ABL’)... O QUE QUER QUE EU ESCREVA, SEJA LIVRO, REVISTA, OBTUÁRIO, SERÁ NA LINHA DESTE ESPAÇO AQUI... TUDO BEM LIGHT... BEM “RELAX”... A VIDA JÁ É CARRANCUDA DEMAIS, DRAMÁTICA DEMAIS E EU NÃO QUERO “DRAMAR” MAIS NADA... RS... QUERO MAIS É PIQUE-NIQUE, POIS, JANTAR DE GALA NÃO COMBINA COMIGO... NEM ROUPA PRA ISSO EU TENHO... KKK... MAS OBRIGADA MESMO ASSIM...

AGORA É ESPERAR O QUE OS OUTROS “CRÍTICOS” (SELECIONADOS MUITO CRITERIOSAMENTE) VÃO DIZER... ESTOU AQUI ME BORRANDO DE MEDO MAS PREPARADA PARA O QUE VIER (MAS A OPNIÃO DO SR. VERMELHO É A QUE MAIS ME AFLIGE... ELE JÁ DESCOBRIU A “IDENTIDADE” DO QUE ESCREVO E LÊ, VEZ POR OUTRA, ESTE BLOG... ALÉM DE SER LEITOR ASSÍDUO DOS “IMORTAIS”, E DOS “MORTAIS” TAMBÉM... AI QUE MEDO.. RS)....

ENQUANTO AGUARDO VOU ROENDO O QUE RESTA DAS UNHAS...RS...

(ASSIM QUE RECEBER RESPOSTA EU DIGO AQUI...)

ABRAÇO!

(15/11/07... 23:47... IPIAÚ / BA)

Cor...

Qual a cor do amor?
Qual a cor do tormento?
Qual a cor disso tudo?
Qual a cor dos sentimentos?

Eu insisto em lembrar...

Inconstância


Procurei o amor, que me mentiu.

Pedi à Vida mais do que ela dava;

Eterna sonhadora edificava

Meu castelo de luz que me caiu!



Tanto clarão nas trevas refulgiu,

E tanto beijo a boca me queimava!

E era o sol que os longes deslumbrava

Igual a tanto sol que me fugiu!



Passei a vida a amar e a esquecer...

Atrás do sol dum dia outro a aquecer

As brumas dos atalhos por onde ando...



E este amor que assim me vai fugindo

É igual a outro amor que vai surgindo,

Que há-de partir também... nem eu sei quando...



Florbela Espanca

"Escolha é um ato de coragem!" (Augusto Cury)

A dúvida é o disfarce do MEDO...

O MEDO é via de mão dupla...

Serve de motor e freio...


Faça sua escolha...

Qual dos "MEDOS" será o reflexo da sua CORAGEM?

A ESCOLHA é sua!


CORAGEM!

Abraço!

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Algumas vezes me pergunto:


É mesmo o HOMEM capaz de amar uma MULHER?


Tenho lá minhas dúvidas...

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Arrisque-se!!!

"Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com freqüência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar."


sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Dia de aflição... Dia de comemoração... Dia de reflexão...

Hoje foi a comemoração de 25 anos do curso de Agronomia da minha universidade... Uma palestra incrível sobre a responsabilidade do profissional da área... Se todos os estudantes assimilassem o que foi dito (Meu Deus), teríamos um mundo melhor... Mas...

Depois aconteceu um grande churrasco de comemoração onde eu percebi o quanto de nada eu construí... Isso mesmo que você leu: "NADA"!

Ninguém, além de minha amiga mais querida (do curso e da vida) chegou perto de mim... Até os meus "colegas" de turma estavam distante... Parei alguns minutos e vi todos estes anos que passei aqui nesta universidade passando na minha mente...

Foram reuniões aos milhares, discursos, assembleias, panfletagem, manifestações, discussões, tanta luta por um curso (e seus estudantes) e do que adiantou? As pessoas só se afastaram de mim... O meu saldo não foi tão positivo (ou será que foi e eu não tô percebendo? Ainda tô analisando)...

Realmente fiz a escolha certa: LUTAR PELO MEU SONHO!!!!

Isso é o que realmente me importa agora... Depois eu penso no que passou... Afinal, já passou mesmo, né?

Estou meio aflita pois tenho um teste de vida importante este fim de semana... Preciso me acalmar...

Se você puder, ore por mim...

Depois conversamos mais... Estou muito confusa estes dias... Espero que entendam...

Ah, viajo amanhã cedo e só volto segunda ou terça...

Ótimo fim de semana e até a volta...

Abraço!

domingo, 4 de novembro de 2007

Quem me leva os meus fantasmas
Pedro Abrunhosa


Aquele era o tempo

Em que as mãos se fechavam

E nas noites brilhantes as palavras voavam,

E eu via que o céu me nascia dos dedos

E a Ursa Maior eram ferros acesos.

Marinheiros perdidos em portos distantes,

Em bares escondidos
Em sonhos gigantes.

E a cidade vazia,
Da cor do asfalto,

E alguém me pedia que cantasse mais alto.


Quem me leva os meus fantasmas,

Quem me salva desta espada,

Quem me diz onde é a estrada?


Aquele era o tempo

Em que as sombras se abriam,

Em que homens negavam

O que outros erguiam.

E eu bebia da vida em goles pequenos,

Tropeçava no riso, abraçava venenos.

De costas voltadas não se vê o futuro

Nem o rumo da bala

Nem a falha no muro.

E alguém me gritava

Com voz de profeta

Que o caminho se faz

Entre o alvo e a seta.


Quem leva os meus fantasmas,

Quem me salva desta espada,

Quem me diz onde é a estrada?


De que serve ter o mapa

Se o fim está traçado,

De que serve a terra à vista

Se o barco está parado,

De que serve ter a chave

Se a porta está aberta,

De que servem as palavras

Se a casa está deserta?


Quem me leva os meus fantasmas,

Quem me salva desta espada,

Quem me diz onde é a estrada?
(Ai, ai... Num momento de tantas mudanças, de medo, insegurança, solidão e ansiedade... Tem canção que ilustre tanto o que eu sinto além desta? )


segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Sempre lições...


"ESCOLHA é um ato de CORAGEM!!!"

(Augusto Cury)

Coisas que eu sei... E como sei...

Puxa... Faz tempo que alguém escreveu algo que dissesse tanto sobre o meu mundo... Sobre quem eu sou...

Agora aparece uma canção que fala dos meus "pormenores", das minha coisas mais guardadas... Quem me conhece de perto sabe o quanto de mim existe neste texto... Ainda cantado com tanta sensibilidade... Puxa, só assim para eu saber que sou "normal" e que tudo que existe de complicado é muito relativo... Afinal de contas somos ou não somos únicos?

Algumas vezes não agradamos a algumas pessoas mas temos que entender que, por sermos únicos, não temos capacidade de agradar a públicos tão distintos... Resta-nos sermos como melhor nos aprazer... O mundo lá fora é só complemento, não é a razão de tudo...

SEJA VOCÊ SEMPRE!!!!!

Assim como eu aprendi a ser eu, independente do que pensem ou digam... O que me importa o que pensam...

Sobre mim, só eu sei...

Coisas que eu sei...

Pense nisso...

Abraço!

Coisas que eu sei
Danni Carlos

Eu quero ficar perto de tudo o que eu acho certo
Até o dia em que eu mudar de opinião
A minha experiência, meu pacto com a ciência
Meu conhecimento é minha distração

Coisas que eu sei
Eu adivinho sem ninguém ter me contado
Coisas que eu sei
O meu rádio-relógio mostra o tempo errado... aperte o ‘Play’
]
Eu gosto do meu quarto, do meu desarrumado
Ninguém sabe mexer na minha confusão
É o meu ponto de vista, não aceito turistas
Meu mundo tá fechado pra visitação

Coisas que eu sei
O medo mora perto das idéias loucas
Coisas que eu sei
Se eu for eu vou assim não vou trocar de roupa... é a minha lei

Eu corto os meus dobrados
Acerto os meus pecados
Ninguém pergunta mais... depois que eu já paguei
Eu vejo o filme em pausas
Eu imagino casas
Depois eu já nem lembro do que eu desenhei

Coisas que eu sei
Não guardo mais agendas no meu celular
Coisas que eu sei
Eu compro aparelhos que eu não sei usar... eu já comprei

As vezes dá preguiça
Na areia movediça
Quanto mais eu mexo mais afundo em mim
Eu moro num cenário
Do lado imaginário
Eu entro e saio sempre quando to a fim

Coisas que eu sei
As noites ficam claras no raiar do dia
Coisas que eu sei
São coisas que antes eu somente não sabia... Agora eu sei

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Até o orkut explica... rs...


Coisas que só o orkut explica...

Olha só a minha "sorte de hoje"... Respondeu a uma pergunta que grita dentro de mim...

Sorte de hoje: Palavras categóricas e ásperas são sinal de uma causa infundada.

Sábio orkut... rs...

Tantas emoções, tanta coisa...

Resolvi escrever pois os temas estão se acumulando em mim numa proporção que não dá pra segurar...

Hoje eu acordei e pulei pro computador para redigir uma nota de repúdio ao trote do meu curso... Semana passada uns "estudantes" agiram como trogloditas e humilharam os calouros... Eu não consegui ficar indiferente e tentei defendê-los... O que aconteceu? Fui mais humilhada do que eles todos juntos... Os "trogloditas" me ofenderam verbalmente e só não me agrediram fisicamente por eu ser mulher (ao menos esse foi o único motivo que eu pude imaginar)...

Sou militante do movimento estudantil, mais especificamente coordenadora do diretório acadêmico do meu curso, desde o primeiro semestre (em 2004... Acho até que já expliquei isso aqui) e não consigo ficar indiferente a este tipo de situação... Por isso hoje eu já levantei com a nota de repúdio brotando em minha mente... Pulei da cama e já comecei a redigi-la... Tomara que surta o efeito desejado (depois eu conto)...

E como o meu mundo é composto de muitas nuances também vi coisas boas e passíveis de comentários...

Tem uma semana mais ou menos que o tempo esquentou bastante por aqui (geralmente vivemos sob baixas temperaturas... apesar de estar na Bahia... rsrs) e o céu fica tão lindo no final da tarde... Vários tons, formando uma tela belíssima assinada pelo Criador... Gostaria de encontrar um lugar calmo, onde eu pudesse sentar, admirar a paisagem e deixar a inspiração me contagiar... Ai, ai... Isso eu queria mesmo... Fico um tempão observando e dizendo: Meu Deus, que coisa mais linda!

Também estive pensando em como as pessoas se condicionaram a "política de boa vizinhança"... Eu sou agreste! Dou um boi para não entrar numa briga mas entrego a fazenda inteira para não sair dela... Ah, e também não vendo meus princípios não... Se é certo é certo mas se não for, não conte comigo...

A tarde uma amiga contou que tem 22 anos de casada... Nossaaaaa, pasmei... Isso ainda existe? Pensei que fosse só na ficção... Não que eu seja contra, claro que não, até sonho com isso, mas nos dias de hoje, em que as pessoas banalizaram tanto os sentimentos, fica até difícil pensar que isso exista... Engraçado é que eu estou lendo um livro que trata das 12 leis da qualidade de vida, uma delas é "contemplar o belo"... Cara, quer mais bonito do que isso? Um amor que dure mais de 22 anos? Digo mais de 22 porque, certamente, esse amor vai durar por muito mais tempo... Para nós vermos que a felicidade é possível sim, mesmo não sendo deste mundo (como expliquei num dos posts anteriores)... Linda, linda, linda a história da minha amiga... Ai, ai...

Eu continuo toda embananada no que diz respeito a minha vida... Ainda cursando agronomia(pelo menos este semestre), ainda pesquisando onde existe curso de jornalismo, ainda querendo abandonar tudo e virar hippie... kkk... Enfim, um tanto confusa, mas consciente de que agora serão as MINHAS escolhas... E escolha é um ato de coragem...

Ah, tive também uma grata surpresa ao reler um capítulo do livro que falei... logo no começo do livro tem uma parte onde o autor coloca vários sintomas psíquicos e psicossomáticos que o leitor deve marcar de acordo ao seu estado (físico/mental) naquele momento... Como ganhei este livro a uns dois anos atrás marquei na época os sintomas que eu tinha... Pela manhã eu senti vontade de reler algumas partes do inicio do livro e, para minha grata surpresa, o número de repostas marcadas foi de menos de 1/3, o que me fez ver o quanto eu evolui de 2 anos pra cá... Isso é tão gratificante, olhar o caminho percorrido e ver o quanto você cresceu... A gente vive tão atarefado que nem presta atenção no caminho, nas pequenas vitórias... Isso me fez refletir muito sobre minha condição nesta existência...

Bem, como não gosto muito de salada de frutas, melhor parar este texto por aqui senão daqui a pouco eu vou começar a falar das frutas climatéricas, da sua condição frente a produção de etanol e tanta coisa que eu descobri (e gostei de descobrir) hoje...

Vamos aproveitar a dica e passar a prestar mais atenção no que construímos nos últimos anos... A gente pode se surpreender com tanta coisa boa que fizemos e nem nos dêmos conta...

Vamos começar?

Abraço!!!

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Escrevendo, brincando, pintando o SETE... KKKK...

Ai, ai...

Tem coisa mais gostosa do que escrever? Talvez apenas algumas: sorvete, chocolate, música, dança, beijo, carinho e sexo (como complemento das últimas 3...rsrs... Se bem que misturando todas a inspiração não encontraria limites... Sorvete, beijo, carinho, música, dança, mais carinho, mais beijo, sexo e chocolate... kkkkk... Depois disso tudo seria um soninho e inundar o mundo com tanta escrita... kkkkkkk)...

Dizem que o mundo foi criado por mil motivos... Que o ser humano tem múltiplas funções (dentre elas todas as citadas no parágrafo anterior... kkkk)...

Hoje não quero filosofar, divagar, teorizar nada... Só quero brincar... Pôr leveza neste espaço (já que aqui só tem chocolate, música e papel... kkk... Não que eu não quisesse todo o resto, mas, algumas coisas citadas necessitam de parceria, e isso independe de mim... rsrsrs)...

Sejamos honestos agora... Você também gostaria de brincar hoje né? De se divertir... De olhar para si e sorrir... Vamos, admita...

Então... É isso que eu quero propor: Brincar... Suavizar as asperezas da vida...

Cansei de ser ranzinza, séria, de evitar conversas saudáveis... Quero mais é me jogar na vida... rs...

Vamos falar de pula-pula, de rolar na grama com o cachorro (na falta de um animal humano para tal... kkk), vamos nos lambuzar com as guloseimas (que se dane se elas nos fazem engordar... O prazer vai compensar este ínfimo detalhe), vamos beijar na boca, correr na chuva, fazer sexo, cantar, dançar, sapatear... E daí se vão pensar coisas de nós... O importante não é ser feliz? Que se danem os “conservadores”...

Vamos compactuar com a liberdade (sem libertinagem, claro!)... Vamos nos permitir...

Chega de falso moralismo... A VIDA SE VIVE AGORA!!!!!

Vamos lá????

O que te custa tentar?

Eu já to começando...

A FELICIDADE É MEU PRÓXIMO DESTINO...

Vejo você por lá...

Abraços!

(Nativa... 01.10.07... 21:00... No busão de volta da Universidade... Eita que este busão rende histórias...rs)

Uma grande lição...

"Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás passar, para atravessar o rio da vida - ninguém, exceto tu, só tu. Existem, por certo, atalhos sem números, e pontes, e semideuses que se oferecerão para levar-te além do rio; mas isso te custaria a tua própria pessoa; tu te hipotecarias e te perderias. Existe no mundo um único caminho por onde só tu podes passar. Onde leva? Não perguntes, segue-o"

domingo, 14 de outubro de 2007

Muita coisa pra dizer... Mas uma em especial....



Eu já tenho uns tantos posts aqui engatilhados no rascunho mas hoje eu preciso dizer a vocês...


FUI AUTORIZADA A FAZER JORNALISMO...


UHUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!!!


Venci o medo de machucar minha mãe e disse a ela que queria mudar de curso... Ela ficou triste, eu sei que ficou, mas disse apenas: "Por mim tudo bem... A gente tem que fazer o que gosta mesmo"...

Eu imaginei que seria tão difícil e a coisa fluiu...

Eu só tenho que agradecer a Deus pela força, pela coragem e determinação que me concedeu neste momento, aos meus amigos que acompanharam, oraram. torceram, fizeram figa, enfim, que acompanharam comigo esta peleja e a minha irmã querida, que estava lá comigo...

Enfim, a vida recomeça agora...

A vida então me volta a sorrir...

VALEU AMIGOS... BRIGADÚÚÚÚÚ...

Abraços!

domingo, 7 de outubro de 2007

Uma satisfação... Um pedido...

Caros amigos... Visitantes esporádicos deste espaço...

Hoje minha cabeça está doendo tanto que tô com medo de explodir...

Ando tão ausente que nem eu mesmo me acho por aqui...

Eu volto... Estou resolvendo os caminhos que irei trilhar de agora em diante...

Esta é a semana definitiva na vida desta aprendiz de escritora... rs...

Façam uma oração por mim... Eu realmente estou precisando...

Agradeço seu carinho e prometo que este espaço, em breve, voltará a ser interessante...

Fiquem bem...

Abraço... E até muito breve!

sábado, 6 de outubro de 2007

Um tanto de nostalgia...



Lembro-me de quando era criança e via,

como hoje não posso ver,

a manhã raiar sobre a cidade.

Ela não raiava para mim,

Mas para a vida.


E via a manhã e tinha alegria.

Hoje vejo a manhã, tenho alegria,e fico triste.


Eu vejo como via,

mas por trás dos olhos, vejo-me vendo.


E com isso, se obscurece o sol,

o verde das árvores é velho,

e as flores murcham antes de aparecidas.



(...) Fernando Pessoa (Álvaro de Campos)

domingo, 30 de setembro de 2007

Por meu... Coração...

Um coração frio...


É capaz de machucar

De ferir

De matar...


Um coração que ama...


É capaz de gerir

De acolher

De curar...


Dois corações distantes...


São capazes de ferir

De amar

De Proteger

De apunhalar...


Os corações...


Não foram feitos para o mal

Não é esta sua função...


O coração...


Foi feito para juntar

Para sorrir

para unificar...


Coração...


Símbolo do amor

Símbolo da vida

Não se permita ferir

Não se permita macular...


Cumpre tua função no BEM

Não se deixe pelo mundo calar...


Ah, Coração...

Ah!


(Palavras molhadas pelo pranto, que se originou em tuas frias palavras... Eu só te disse "olá"... Não precisava tamanha secura nas palavras... Os corações não foram criados com esta função... Que Deus cuide sempre de ti... Sempre... Meu coração te saúda, te cumprimenta, sorri pra ti... Mesmo quando só existem motivos para chorar... Fica em paz... Deus te proteja.. Assim seja!)

Alma triste... Peito clamando a Revolução...


" Nós que, pelo império das circunstâncias, dirigimos a revolução, não somos donos da verdade, menos ainda de toda a sapiência do mundo. Temos que aprender todos os dias. No dia em que deixarmos de aprender, que acreditarmos saber tudo ou que tivermos perdido nossa capacidade de contato ou de intercâmbio com o povo e com a juventude, será o dia em que teremos deixado de ser revolucionários e, então, o melhor que vocês poderiam fazer seria jogar-nos fora..."
(CHE GUEVARA)

sábado, 29 de setembro de 2007

Um dia de contemplação...

A vida é tão legal....

Hoje eu quero apenas contemplar....

Contemple também...












A beleza da vida está na simplicidade, na natureza...

Em nós...

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Começando a trabalhar o livro 2 - a missão... rsrs...

Tenho 14 dias pra começar e terminar a edição do meu segundo livro, observando as normas da ABNT... Isso se quiser concorrer no concurso de obras literárias da minha Universidade...

Ano passado eu concorri com o meu "Instabilidade"... Não houve ganhadores na categoria... Os meus incentivadores voltaram a fazer força pra que eu colocasse ele de novo pra concorrer ou que eu editasse um novo para esta função...

Estou pensando...


Não gostaria de pagar mico de novo... Mas quem sabe eu não consiga? O "Instabilidade" tinha 100 textos (poesias) e 113 páginas... Este ano o edital reduziu o número mínimo de páginas para 30... Quem sabe eu não posso arrumar os textos novos, pescar uns do "Instabilidade" e formar um novo concorrente?

O negócio é perseverar... E começar a editar... Claro... rs...

Abraço!

Obs.: o edital está no site:
http://www.uesb.br/, se você quiser concorrer também vá lá ver, de repente a gente consegue ganhar juntos... São 4 categorias... Vá lá... leia... Abraço de novo.. rs...

Lições, decisões e micos...

Depois de um momento difícil sempre vem uma reflexão... E dela uma imensa vontade de mudança... Essa coisa do "deixar pra traz"...

Estou esvaziando a mochila da minha existência, me livrando de coisas que não preciso carregar...

Passei duas semanas trancada dentro de mim, buscando respostas para algumas perguntas que ficaram sem explicação... Algumas continuam ecoando em minha mente... Outras eu consegui calar...

Não vou falar aqui do que descobri mas das decisões que tomei...

Primeiro resolvi que não vou mais insistir em ser Engenheira Agrônoma... Não tem nada a ver comigo... Eu sou das letras, não dos números... Ficarei apenas mais um semestre... E ano que vem.... Tcharannnnn... JORNALISMO!!!!!

Decisão tomada agora é hora de trabalhar as ações seguintes... As conversas, acordos, novas decisões, escolha de faculdades, cidades, esperando o resultado geral do ENEM (mesmo indo de encontro a minha posição em relação ao PROUNE)... Em alguns dias começo a fazer isso... No momento, o mais importante foi a decisão... Agora é trabalhar o resto...

Seguindo adiante, descobri em mim uma vontade imensa de emagrecer... Entrei numa academia semana passada e tô firme... Suando e assim expurgando algumas dores da alma...

Tinha feito este plano no começo do ano, naquelas listas de coisas que desejamos executar no ano que se inicia... E que, vamos confessar, quase nunca cumprimos... rsrs... Eu cumpri, meio que involuntariamente, quase todas... Só a que dizia "encontrar um amor de verdade e que valha a pena" que ainda não aconteceu... Ah! A leitura também anda deficiente, mas tô cuidando disso...

Voltando a coisa da academia...

Descobrir um novo prazer na vida... Essa coisa de malhar é uma coisa tão boa... Eu tinha esquecido disso... Tanto tempo sem praticar nenhuma atividade física... E a superação? Cara, é bacana demais... Semana passada eu caminhava a 4,3 km/hora, hoje, uma semana depois já caminho em 6,1 km/hora... Já chego a 100m/min... Tô orgulhosa de mim... 40 minutos na esteira, 30 na bicicleta, mas uma aula aqui, outra ali... Agora uma pausa para contar os micos...

Semana passado (no 3º dia) inventamos (somos 3 amigas malhando juntas) de fazer aula de jump (aquelas que você pula numa miniatura de cama elástica)... Eu morrendo de medo de cair, das molas quebrarem, sei lá... Eu me desequilibrava o tempo inteiro, mas pulava igual a uma perereca... kkkkk... Foi uma descoberta dolorosa mas eu consegui... Sem contar que riamos o tempo inteiro de nós mesmas, isso amenizou muitoooo o "sofrimento"... Mas nada se comparou ao dia de hoje... kkkk...

Chegamos muito cedo na academia e resolvemos que íamos fazer aula de spining (aeróbica na bicicleta), depois eu e uma das amigas íamos fazer aula de swing baiano (dança... axé mesmo...rs)... E lá fomos nós... kkkkkkk... Apenas uma de nós continuou... Eu não aguentei... Quem inventou aquilo não tinha juízo não... kkkk... Um tal de pedala em pé, senta, mais rápido, mais leve... Cara... Sem contar que era uma luz de boate, com direito a globo e tudo... kkk... Uma sala fechada, minúscula, teto de zinco... Eu quase morri... kkkkkk... Saimos e fomos pra aula de dança... Até aí normal... Qual o baiano que não dança? Ahaaaa... Vocês nem imaginam... Era um tal de requebra pra lá, mãos pra lá, e sobe, e desce, e corre, e tinha umas correografias cheias de "swing baiano"... Eu, com uma coordenação motora notável (kkkk), me perdi todinha... Dançar eu danço, até bem por sinal, mas eu viajei na maionese... E claro, ria de me acabar... Resultado: 30 minutos de aula e desistimos... Voltamos a boa e velha esteira, 40 minutos... Eu ainda fiz mais 10 minutos de bicicleta (afinal já tinha sofrido um trauma no "spining"... kkkk)... Cheguei em casa moída... Suada demais... Só a lama (por que o pó estava molhado... kkk)...

Mas, brincadeiras a parte, eu tô muito bem na academia... O professor disse que não se preocupa comigo pois estou muito bem... No que depender de mim cumprirei a minha meta: Emagrecer até o Natal... (E agora que decidi viajar nas férias como tinha planejado... Affff... Eu não volto atrás disso... Vou viajar sim... Já tinha planejado mesmo... Não vai ter o mesmo sabor, mas eu vou sim...)

Eu cresci muito depois da "queda" que contei aqui (em posts anteriores)... Tomei as decisões que estava adiando, aprendi coisas novas, sorri mais, fiquei mais forte... Sinto falta do que se foi, penso muito mesmo nisso, mas quem sabe o que causou esse "afastamento"? Enquanto isso eu vou vivendo... Decidindo, suando, planejando e, não vou mentir pra mim nem pra vocês, com uma esperança de que o que se foi resolva voltar e me permitir completar minha lista de planos para o ano em curso...

Ah, como última informação, eu decidi otimizar o meu tempo... Vou fazer um cronograma com todas as atividades do meu dia e acrescentar atividades nas horas vagas... Quero ler mais (tenho uma fila imensa de livros aqui... Comprei muitos dos que eu queria durante este ano... Alguns deles estão na embalagem ainda...), voltar a bordar (eu bordo de verdade, ponto de cruz e vagonite... rsrs... Tá pensando o quê? Sou uma menina prendada... rsrsrs...), escrever com maior regularidade... Enfim, vou me disciplinar... Ter horários definidos afim de aproveitar melhor o meu tempo... "A persistência faz o hábito"... Disciplina, é isso que preciso... Ah, dormir mais também... rs...

Enfim, estou recomeçando, redescobrindo, retomando planos, reestabelecendo metas...

Agora é trabalhar!

Disciplina e metas, minhas palavras de ordem a partir de agora...

Vamos comigo?

Ah, também vou fazer um concurso público e inscrever um livro meu num concurso de obras literárias... Mas isso fica para outro post...

Abraço!